Louvores para Refleções

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Entregar-se incondicionalmente a sua vida a Cristo.


   E não somente fizeram como nós esperávamos, mas também deram-se a si mesmos primeiro ao Senhor, depois a nós, pela vontade de Deus(2 Co.8.5). Buscar a Deus é nos entregar a ele completamente. As coisas boas que vêm da vida em Deus vêm para aqueles que se entregam a ele por inteiro. Se detivermos partes dos nossos corações ou das nossas vidas da sua benevolência, perderemos as bênçãos únicas que são resultados do compromisso. Se semearmos esparsamente, não ceifaremos plenamente (2Co.9.6).
        Um sacrifício vivo é a expressão que Paulo usou para caracterizar a nossa auto entrega a Deus: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional" (Rm.12.1). Na lei de Moisés, os animais que eram sacrificados a Deus tinham que ser mortos. Não era possível a pessoa que adorasse manter o animal vivo para si e ainda entregar uma parte ao Senhor. A própria vida do animal tinha que ser entregue. Correspondente aqueles sacrifícios, a nossa oferta deve ser total. Apesar do nosso ser um sacrifício vivo, o presente não pode ser menos completo do que se os nossos corpos fossem mortos. Deus merece nada menos que o nosso todo, tanto interna quanto externamente.




Pr. Gilson Pereira.



Deus me protege de toda a inveja.

   Senhor, Salvador e Protetor e creio na Tua palavra que diz: "Para isto se manifestou o   Filho de Deus, para destruir toda obra do diabo".
     Senhor Jesus, neste momento eu invoco a Tua presença e a Tua proteção a favor da minha vida espiritual, profissional, sentimental e familiar. Peço ao Senhor que desfaça todo o mal, toda obra maligna enviada contra mim, todo 0 trabalho de feitiçaria, toda a palavra de maldição, todo olhar maligno, toda inveja e toda intenção ruim contra minha vida. Creio que nenhum mal me sucederá porque Tu sempre estás comigo.
     Senhor, eu me submeto a Ti de todo o meu coração e rejeito todo o mal,em nome de Jesus que tem todo o poder no céu e na terra, Amém.


 .Gilson Pereira.

Fé, a certeza da sua vitória.

     Deus nos dá sempre, os ensinamentos que necessitamos para a nossa evolução espiritual e intelectual.
           Lamentações não nos leva a nada, entregar-se ao trabalho edificante da FÉ, nos trará resultados surpreendentes. 
           A conjunção dos verbos: aceitar, dar, crer, guiar, levantar, arriscar, ver, confiar, buscar, conduzir, traz a perfeita definição da FÉ.
           O alívio e a paz que poderemos sentir ao declararmos e nos entregarmos a nossa FÉ em Deus nosso Pai e, em Jesus Cristo nosso mestre maior, é indescritível.
           Somente os que experimentam desse sentimento, podem usufruir de tantas bênçãos.
           Fora da caridade não existe salvação.
          Quando depositamos nas mãos de Deus todos os nossos problemas, nossas angustias e aflições, a certeza do alívio e do caminho certo, nos alcançará.
          Sempre fundamental que façamos a nossa parte.




Pr. Gilson Pereira.

Abrão, prova sincera de aliança e prosperidade.


Gn 12




       Deus chamou Abraão antes mesmo que fosse para Harã, em (Js 24.2).
       verificamos que terá e a sua família eram idolatras antes mesmo do seu chamado. Foi terá que levou Abraão e os outros a entrarem em Canaã. Deus repete seu chamado a Abraão que foi dado pela primeira vez em dos Caldeus citado em (At 7.2), pois Deus queria fazer um conserto com ele e reatar a aliança.
       Então a profecia estava sendo cumprida, quando Deus deu ordem a Abrão para lagar a sua parentela e que através deste ato, ele a sua descendência seriam muitos abençoados para sempre em todas as nações, através de Cristo a semente prometida seria cumprida, ou seja o nascimento do Redentor (Dn 3.6-8,16).
       É Deus falou com Abrão, que passou a ser chamado de Abraão “Far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma benção""Então o levou fora, e disse: Olha para o céus e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente", (Gn 15.5). A diferença de Abraão para nós, é a aliança de Deus com ele e a sua fidelidade em não quebrara r aliança feita com o Senhor. Tinha objetivo certo em obedecer e praticar as escrituras, ouvir as ordens de Deus e executar conforme mandar. Ao contrário do homem de hoje que por qualquer coisa quebra a aliança com Jesus, largando o seu ministério sem dar conhecimento ao seu líder, pecando por prazer, fracos em colocar em pratica os dons recebidos e murmuradores, Deus só chama e faz aliança com homens e mulheres valentes, pois medrosos só acompanham o Satanás, para morrem escravos e com seus desejos canais impuros que não edifica o Senhor.
      Na primeira dificuldade de provação, deserto, abaixa a guarda e deixe o inimigo fazer o que bem quiser na sua vida, no seu ministério, nos seus bens, sonhos e projetos colocados nas mãos de Deus, que estava esperando o seu tempo para cumprir nas suas vidas. Esta palavra nós chama atenção e requer uma posição em renovar uma aliança verdadeira e fortificada no trono do Senhor, assim como fez Abraão, faça sol ou chuva nunca quebrará.
     Quando Deus ordenou Abraão a separar da tua parentela, não foi por acaso, mas a primeira vez, ele si deixou levar pelos sentimentos, cumprindo parcialmente o que Deus havia lhe ordenado, levando Ló por ser seu sobrinho, o que gerou perdas e desavenças. Deus deu mais uma oportunidade a Abraão onde ele foi para Canaã e Ló habitou-se nas cidades de Campina e armou as suas tendas até Sodoma.
     Começou a si cumprir as profecias sob a vida de Abrão, as riquezas, respeito e reconhecimento. Mas algo deixava meio triste,pensativo e falou ao Senhor o que valia ter muitas riquezas, sem ter a quem herdar ou si seria Ló o seu sobrinho de tudo.
     Más quando Deus lhe promete algo, a benção vem por completo  no tempo dele. O Senhor Visitou a Abraão e lhe disse que Sara,iria engravidar-se, logo Abraão questionou a Deus falando que como um homem de 90 anos e uma mulher estéril de 99 anos poderia engravidar-se, mas Deus com a sua misericórdia, ignorou o comentário dele e no ato de autoridade e soberania, realizou o grande sonho de Abraão, onde Sara de mulher seca, passa a levar um filho em seu ventre, na qual iria ser chamar de Isaac “com significado de filho da promessa”.
     Nunca devemos dar um jeitinho para Deus,pois Sara vendo Abrão triste por não ter um filho que tanto almejava e por não ter condição de realizar este sonho, no desespero deu Agar sua serva egípcia por mulher a Abraão. A fez de dez anos como mulher dele na terra de Canaã e no qual concedeu um filho por nome de Ismael. Até então, Abraão e Sara só tinha a frustração por não ter um herdeiro, mas digo para você, todo aquele que desobedece às ordens de Deus paga um preço, e o deles foi o ciúme de Agar que achava por direito de ocupar o lugar de Abraão seria do seu filho, por ter nascido primeiro, mas sabemos e estar escrito que a promessa foi feita a Abraão e a Sara.
     Então e chegado à hora, onde Sara engravida-se, e a promessa e realizada, nascendo Isaac. Por mais uma vez Deus mostra a Abraão e a todos, que tudo que Ele promete, Ele cumpri, mas no tempo dele, totalmente diferente do nosso relógio. Mais uma vez Abraão e testado quanto a sua obediência as ordens de Deus , já moço Deus pede a Abraão como holocausto o seu único filho,que de imediato preparou para subir o monte para realizar a ordem colocada por Deus. Preparou o transporte, e com seu filho e o servo e foi ao destino, na qual quanto chegou, determinou ao seu servo que ficasse esperando, que subiria com o seu filho e logo voltaria os dois. Isaac não vendo o cordeiro, logo deve ter perguntado ao seu pai, cadê o sacrifício e como iremos realizar sem nenhuma ovelha, e coma resposta convicta Abraão falou ao seu filho, Deus proverá. Deitado no local determinado por Deus, quando Abraão iria realizar o pedido de Deus, quando ele levantou a mão com o punhal, Deus mandou parar, pois naquele momento ele mostrou através daquele ato, à obediência a voz do Senhor, chorando ele levantou o seu filho e falou de maneira vitoriosa, Deus proveu o holocausto, olhando para o lado viu a ovelha, na qual seria usada para o sacrifício, com certeza feliz ele falou ao seu filho vamos voltar para casa.
     Somos provados a cada momento por Deus e pelo nosso adversá rio, para nos testar se realmente somos fortes, fieis e convicto nas promessas de Deus sob sua vida.
     Do cap.de Gn 19 e 20 irão ver todas as promessas se cumprindo na vida de Abrão e da sua família. Sejamos como Abrão, nunca deixa de olhar para o alto de onde vem o socorro, pois ainda que a tua mãe que ti alimentou em seus seios venha abandonar e      esquece de ti, temos um Deus maravilhoso que por 24 hs estar pronto para nos abençoar, guardar dos nossos adversários, guiar e direcionar ao caminho da vitória.
     Nunca, jamais fale mal ou persegue um varão ou varoa ungido do Senhor, quando Deus falou a Abrão que iria abençoar a quem o abençoar, e amaldiçoar a quem amaldiçoou, voltado aos dias de hoje seria, você perseguir ou falar mal dos seus líderes, do próximo, dos profetas, e com isso levando para si maldição. Hoje no Egito, é claro a maldição daquele povo por perseguir Israel onde ”toda pessoa que quiser ser inseto de impostos, não pode rebocar e pintar a sua casa”, ou seja, mesmo que tiver condição prefere viver sem conforto e com o espírito de miséria para não pagar imposto. Isto vai de contra a palavra de Deus aos seus filhos, onde Ele determina que todos dever comer, beber e  vestir o melhor desta terra.
     Homem de Deus, leva as boas novas, procura praticar as escrituras, pois assim como Jeová fez com Abrão, Ele fará conosco. “Nunca desista dos teus sonhos, projetos e a principal, a sua caminhada no evangelho”“Não negocie a sua fé, sua salvação e da tua parentela, apenas ignore o Satanás e aos seus compassas, que verão a gloria de Deus em sua vida e fugirá de ti”.
     Pois na hora certa, assim como Deus providenciou para Abrão, o seu holocausto ira chegar, com a vitória e o grito de alegria em uma só voz, tu ÉS SANTO, SANTO, SANTO, Senhor digno de toda glória e adoração.

    
Leia o cap. completo de Gn 12-20.



Pr. Gilson Pereira.