Louvores para Refleções

domingo, 13 de abril de 2014

Onde estão os homens de oração?

 Por Allan Felipe


A oração é o meio pelo qual Deus estabeleceu a sua ação, a sua intervenção no mundo natural. É através da oração que o homem pode comunicar-se com Deus. Trata-se de um diálogo no qual falamos e ouvimos o Senhor: “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei cousas grandes e ocultas, que não sabes.” (Jr. 33.3)

Sei que não soaria estranho se eu dissesse que a oração é fundamental para uma vida espiritual saudável. Parece que todos sabem disso, porém na prática nem sempre é o que se sucede.

Onde estão os homens de oração?

A bíblia nos narra exemplos de homens de oração.

Daniel orava três vezes ao dia mesmo sob ameaça de morte (Dn. 6.13).

Elias era um homem de oração. Quando ele decretou que debaixo da sua palavra não choveria fez quantas orações? Nenhuma (1 Rs. 17.1). Elias era um homem que orava constantemente e tinha uma intimidade profunda com Deus, intimidade essa, que lhe outorgou autoridade naquele momento.

O maior de todos os exemplos de oração é Jesus. Nosso mestre passava horas orando, retirava-se para orar a sós. Vejamos: 

“E, despedidas as multidões, subiu ao monte, a fim de orar sozinho. E caindo a tarde,  lá estava ele, só.” (Mt. 14.23)

“Em seguida, foi Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar.” (Mt. 26.36)

“Naqueles dias, retirou-se para o monte, a fim de orar, e passou a noite orando a Deus” (Lc. 6.12)

“Cerca de oito dias depois de ter proferido essas palavras, tomou Jesus consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte para orar.” (Lc. 9.28) 

Jesus nunca nos ensinou a pregar, mas nos ensinou a orar. (Leia Mateus capítulo 6 e Lucas capítulo 11)

Os apóstolos e os grandes nomes da história da igreja foram homens de oração, homens que dedicavam tempo para orar. A igreja primitiva vivenciou milagres sobrenaturais através da oração.

O falecido Rev. David Wilkerson narrou no seu livro “A cruz e o punhal” que ao retornar do seu trabalho pastoral, toda as noites, ligava a TV e ficava um bom tempo relaxando, após um dia cansativo. Até que um dia ele decidiu dedicar à oração o tempo que desperdiçava frete a TV todas as noites.

Como resultado o pastor que cuidava de uma igrejinha simples no interior dos Estados Unidos foi guiado pelo Espírito Santo até a região do Brooklin em Nova Iorque, onde foi um dos pioneiros no trabalho de recuperação de dependente químicos, e já ajudou milhares de viciados.

Fundou uma igreja que está até hoje na Times Square. David Wilkerson foi um instrumento de Deus para pregar para as gangues de Nova Iorque, uma das pessoas que se converteu através do seu ministério foi Nick Cruz, chefe de gangue, que hoje é um evangelista.

Quando olho para igreja de hoje vejo que os homens passaram a bola para as mulheres, parece que não possuem mais o dever e o desejo de orar. Temos inúmeras referências como: mulheres de oração, irmãs de oração, irmã do coquinho, projeto desperta Débora, grupos de interseção, círculo de oração (sempre composto e dirigido por mulheres).

Os líderes estão muito ocupados com suas agendas, almoços, jantares, encontros, congressos, eventos, programações televisivas, reuniões administrativas e uma série de tarefas que até são importantes, mas não tanto quanto a oração.

Homens, pastores e líderes não deixem de orar! Será necessário renunciar um tempo, abrir mão de coisas agradáveis a carne, porém somente em oração podemos viver de maneira digna do nosso chamado. Deixo para reflexão os textos abaixo.

“Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.” (Tg. 5.16b)

“Orai sem cessar.” (1Ts. 5.17)

Esse texto não só se refere ao gênero masculino, obviamente trata mais da responsabilidade do homem, no entanto, também é pertinente para as mulheres. E que todos, homens e mulheres, membros do corpo de Cristo possam responder a pergunta: Onde estão os homens e mulheres de oração de hoje? Com um eis me aqui.

Nenhum comentário: